Positividade tóxica. Não há tempo para o amigo triste

Atualizado: Set 20


"Não há tempo para o amigo triste" ou como a positividade tóxica nos retira a disponibilidade para viver senão sentindo apenas o agradável, o reconfortante, o positivo. De nós e dos outros.


-» Reconhecer e dar-se nome ao que se sente, permitindo-nos estar em contacto com emoções e sentimentos, é caminho para autenticidade e para mais saúde e bem-estar, sem supressão de emoções.


Contributo para artigo do Jornalista Rui Gustavo do Expresso.



Teresa Espassandim

Psicóloga Especialista | Consultora

https://www.teresaespassandim.pt/


38 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo